Disfunção Sexual

Disfunção Sexual

Tanto homens como mulheres podem apresentar problemas sexuais decorrentes do tratamento do câncer.

Alguns tipos de quimioterapia podem causar alterações sexuais, que são diferentes na mulher e no homem. Na mulher pode provocar alterações nos ovários, mudanças nos níveis hormonais e menopausa precoce.

Enquanto que para o homem pode provocar mudanças hormonais, diminuição do fluxo de sangue ao pênis e dano aos nervos que controlam o pênis. Estas alterações podem produzir impotência ou disfunção erétil, que é quando o homem não consegue manter a ereção do pênis.

Os efeitos colaterais diferem entre ambos os sexos, no entanto, é importante discutir todos os sintomas com o médico, pois existem várias opções disponíveis para ajudar a gerenciar os problemas sexuais que possam ocorrer. A disfunção sexual pode ser causada por:

Mudanças no corpo, decorrentes da cirurgia, quimioterapia ou radioterapia.
Alterações hormonais.
Fadiga.
Dor.
Náuseas e vômitos.
Medicamentos que podem reduzir a libido.
Medo da recidiva.
Estresse.
Depressão.
Ansiedade.
Os problemas sexuais vivenciados por pessoas com câncer são agrupados em:

Transtornos do desejo, que é a diminuição ou perda do desejo e das fantasias sexuais.
Distúrbios que incluem a incapacidade de obter ou manter a excitação sexual, como a lubrificação nas mulheres e a ereção em homens.
Distúrbios do orgasmo, atraso ou ausência do orgasmo após a excitação normal, como a ejaculação precoce em homens.
Distúrbios da dor, como a dor genital durante o ato sexual.
Diagnóstico

É importante ter uma discussão honesta com o médico sobre possíveis problemas sexuais, pois, muitas vezes, existem soluções. O médico poderá fazer algumas perguntas do tipo:

Como era sua vida sexual antes do câncer?
Como o câncer alterou suas atividades sexuais?
Existem problemas ou potenciais problemas em seu relacionamento?
O médico deve orientá-lo sobre as reações de um determinado tratamento de câncer e, em alguns casos, encaminhá-lo para um profissional de saúde especializado no tratamento da disfunção sexual.

Alterações nas Mulheres
Sintomas de menopausa em mulheres não menopausadas.
Ondas de calor.
Secura vaginal.
Irritabilidade.
Períodos menstruais irregulares ou ausentes.
Aumento da secreção vaginal.
Prurido (coceira) vaginal.
Falta de interesse sexual.
Preocupação, tensão ou depressão por não ter relações sexuais.
Cansaço para ter relações sexuais.

Alterações nos homens
Não conseguir ter orgasmos.
Impotência.
Preocupação, tensão ou depressão por não ter relações sexuais.
Cansaço para ter relações sexuais.
Orientações

Para Mulheres

Converse com seu médico sobre se existe algum problema em ter relações sexuais durante o tratamento quimioterápico, a maioria das mulheres podem tê-las, no entanto sempre é melhor receber uma orientação de um profissional de saúde.

É muito importante não engravidar durante o tratamento quimioterápico já que os medicamentos utilizados podem afetar o normal desenvolvimento do feto, sobretudo nos 3 primeiros meses da gravidez.

Se você não estiver na menopausa comunique ao médico para que ele possa orientar sobre o melhor método anticoncepcional a ser utilizado.

Em caso de secura vaginal converse com o médico para a possibilidade de ser prescrito um produto para aliviar a secura.

Use roupas íntimas preferentemente de algodão, não use calças ou shorts apertados.

Em caso de sentir ondas de calor evite usar muita roupa, no entanto sempre tenha uma peça leve com a qual possa se agasalhar em caso do tempo esfriar.

Mantenha-se ativa, realize caminhadas ou outro tipo de exercícios físicos leves.

Reduza o estresse, pratique ioga, meditação ou outras formas de relaxamento.

Para Homens

Converse com seu médico sobre se existe algum problema em ter relações sexuais durante o tratamento quimioterápico, a maioria, em tratamento, pode tê-las, no entanto sempre é melhor receber uma orientação de um profissional de saúde.

Use camisinha se tiver relações sexuais até 48 horas após receber quimioterapia, o uso de camisinha é recomendado por que podem existir alguns restos de medicamentos quimioterápicos no sêmen.

Leia também: Big Size comprar

É muito importante que sua parceira não engravide enquanto você recebe tratamento quimioterápico, a quimioterapia pode danificar seu esperma e provocar efeitos colaterais sérios ao feto.

Para Homens e Mulheres

Conversem de forma aberta e honesta com seus parceiros, fale sobre seus sentimentos e preocupações. Procurem novas formas de compartilhar seus sentimentos e sua intimidade.

Converse com o médico ou com alguém da equipe multidisciplinar que possa lhe orientar sobre suas dúvidas. Se necessário seu médico poderá lhe encaminhar para outro profissional como um psiquiatra, psicólogo ou terapeuta sexual.

Busque ajuda, não fique isolado sem saber como enfrentar o problema.

20 Tipos de Dieta Fácil Para Emagrecer

20 Tipos de Dieta Fácil Para Emagrecer

Escolher uma dieta eficiente não é uma tarefa fácil. Sabemos que o ideal é adotar uma dieta recomendada por um profissional da saúde, mas há inúmeras pessoas que buscam uma dieta fácil para efeitos emergenciais, assim ignorando uma orientação especializada.

A internet e revistas voltadas para a boa forma recomendam diversas dietas que possuem poucas fundamentações nutricionais, mas será mesmo que elas oferecem benefícios de perda de peso e principalmente sem oferecer consequências à sua saúde? Dentre todas as opções oferecidas por esses meios de comunicação, agora você poderá conhecer as melhores opções para uma dieta fácil para emagrecer, mas é fundamental que você reflita sobre os aspectos de cada uma delas antes da adoção.

Dieta dos pontos
Essa é uma das dietas mais populares, pois pode ser facilmente adequada à sua rotina, independente de suas tarefas diárias. Ela tornou-se mais famosa devido à sua ligação com o programa Vigilantes do Peso, em que oferece um programa social para que a pessoa se adeque a novos hábitos saudáveis.

A dieta oferecida pelos Vigilantes do Peso pode ser reconhecida como uma dieta fácil para emagrecer, pois você apenas necessitará contabilizar os pontos equivalentes a cada alimento consumido. O ponto positivo da dieta dos pontos é que você não precisará abrir mão daquelas tentações para qualquer dieta, pois você terá uma tolerância de pontos a ser consumida diariamente, e assim, ao comer algo com mais pontos em uma refeição, você poderá reduzir os pontos em uma outra refeição do dia.

Leia também: Kifina funciona

Dieta Jenny Craig
Essa dieta contraria muitas dietas que sustentam o argumento de que é necessário ficar sem comer para emagrecer. Essa é uma dieta fácil para emagrecer, pois você deverá realizar cinco refeições por dia. Possivelmente, para pessoas que estão adaptadas a comer uma quantidade restrita de alimentos, essa dieta pode se tornar difícil, mas não é.

Você não passará fome, o que contribuirá inclusive para reduzir intensidade de pontos negativos como ansiedade e compulsão alimentar. Ela pode ser de prática fácil, já que recomenda o consumo de refeições pré-embaladas, ou seja, você apenas se preocupará em ingerir os alimentos. Há diversas pessoas que lidam com uma rotina atribulada e não possuem tempo disponível para preparar suas refeições saudáveis, o que é utilizado como argumento para adiar a adoção de uma dieta, e é exatamente nesse aspecto em que essa dieta se destaca.

O programa é dividido em três fases, e estas são adequadas de acordo com os valores de calorias, para que assim ocorra a adição de alimentos até uma alimentação voltada para a manutenção do peso conquistado. Essa dieta é realizada junto com a orientação de um material escrito e profissionais capacitados.

Dieta Flexitariana
Essa dieta é muito popular no Reino Unido e nos Estados Unidos. Ela consiste na recomendação de uma alimentação vegetariana durante o dia, para que à noite você possa desfrutar daquelas delícias que são tentações para pessoas que desejam perder peso, mas não sabem como adequá-las a um plano alimentar eficiente.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
A Dieta Ravenna: Como Funciona, Cardápio e Dicas
A Dieta da Banana – Como Funciona, Cardápio e Dicas
10 Hábitos Que Fazem Você Comer Demais e Como Mudá-los
A Dieta do Iogurte: Como Funciona, Cardápio e Dicas
O lema é que nada é proibido na dieta, mas é fundamental que você reconheça que deve comer com moderação. É recomendado o consumo de frutas, vegetais e até grãos saudáveis. Deve-se incluir eventualmente o consumo de carne, mas a frequência pode ser adequada de acordo com as características pessoais. Não há proibições , mas o objetivo é reduzir o consumo de carnes e aumentar a ingestão de vegetais.

Dieta da água
Essa pode ser caracterizada como uma dieta fácil para emagrecer porque você apenas deverá consumir dois copos de água alguns minutos antes das refeições. A bebida é apontada como um dos principais aliados para a perda de peso, e é exatamente devido a esse argumento em que ela é escolhida para contribuir para o sentimento de saciedade e ainda auxiliar no funcionamento da flora intestinal.

A dieta recomenda que o consumo calórico seja extremamente restrito, então, não pense que você poderá continuar comendo de forma irregular e ainda emagrecer. Limita-se o consumo a 200 calorias por dia. Evidentemente que essa dieta não possui comprovações de eficiência, mas há inúmeras pessoas que a utilizam para conquistar efeitos emergenciais, mesmo contribuindo negativamente para a saúde. Essa dieta pode ser fácil, pode emagrecer rapidamente, mas é fundamental que se reconheça que ela não só eliminará gorduras, mas também nutrientes fundamentais para o equilíbrio de seu organismo.

Dieta do iogurte
Aqueles que desejam perder peso podem adotar a dieta do iogurte. Ela pode fornecer uma perda de peso rápida. O iogurte tem se tornado uma das principais escolhas para refeições de pessoas que estão em dieta. O alimento é pouco calórico e ainda pode fornecer alguns nutrientes que podem beneficiar a sua saúde. As opções mais saudáveis de iogurtes contêm menos calorias e ainda podem fornecer proteínas, Cálcio e gorduras boas. Essa dieta elimina a possibilidade de ingerir alimentos gordurosos, frituras e doces, além de inserir o iogurte nas refeições intermediárias do cardápio.

 

Dieta das notas
Essa dieta se assemelha à dieta dos pontos. Você não contabilizará as calorias ingeridas, mas sim as notas referentes a cada porção e alimentos. Essa dieta é muito conhecida devido à alta adoção de celebridades. A dieta se torna ainda mais fácil, pois você poderá preparar refeições que já possuem notas contabilizadas. O seu favoritismo também é justificado pela permissão de ingestão de alimentos que não são permitidos em outras dietas.

A orientação principal dessa dieta fácil é que você contabilize as notas e desfrute de forma responsável das exceções permitidas no plano alimentar escolhido. O número de notas diárias é adequado de acordo com a altura de cada pessoa. Recomenda-se que após a conquista do peso desejado, você adicione o consumo de 40% das notas permitidas anteriormente.

Leia também: Phytophen

Dieta da sopa
A refeição é de fácil preparo e principalmente digestão. A ideia de que uma digestão fácil auxilia no processo de emagrecimento é objeto de estudo para diversas pesquisas. Afirma-se que quanto mais rápida for a digestão, mais benefícios poderá obter para a perda de peso. Como se esse fosse o único beneficio, a sopa ainda pode ser muito nutritiva, o que contribui para a saúde de seu organismo. Basta que você prepare as sopas com alimentos com propriedades benéficas à sua saúde. É recomendado que você consuma sopa no almoço e na janta. As refeições intermediárias podem conter frutas e alimentos que também sejam “facilmente digeridos”.

Dieta Paleolítica
Essa dieta ressalta que os alimentos industrializados e os costumes atuais são os responsáveis pelo descontrole de peso e casos de obesidade que poderiam ser evitados, mas a reflexão mais comum é: como todos poderiam manter um corpo em forma?

Pois é, a proposta da dieta Paleolítica é retornar à alimentação de um homem das cavernas. Não se assuste com o termo, mas a ideia é que você ignore todas as inovações referentes à alimentos industrializados e que causam desequilíbrio ao seu organismo.

Essa dieta é apontada como positiva para reduzir a ocorrência de diabetes, doenças do coração e até distúrbios metabólicos, o que resultam nos casos de obesidade. A dieta recomenda o consumo apenas de alimentos naturais, ou seja, vegetais e até proteínas de carnes, porém, sem qualquer uso de conservantes ou substãncias que comprometam as propriedades reais dos alimentos. O feijão e algumas leguminosas são eliminados do plano alimentar, exatamente com a finalidade de reduzir a ocorrência de doenças.

Dieta Dash
Essa dieta foi criada através de estudos voltados para a redução de pressão arterial. O Sódio é um nutriente que se consumido de forma irregular pode contribuir para o aumento da pressão arterial. Ele, se consumido em altas dosagens, também pode contribuir para retenção de líquidos, consequência a qual pode dificultar a perda de peso.

Essa dieta fácil de seguir é voltada para a restrição e busca pelo consumo mínimo de Sódio nas refeições, para que assim a pressão baixa e a retenção de líquidos mantenham-se baixas. A restrição alimentar se estende aos alimentos gordurosos, frituras e doces que auxiliam no aumento de possibilidade de ocorrência de doenças. Prega-se o consumo de alimentos naturais, como frutas, vegetais, grãos e alimentos com pequenas porcentagens de gordura.

Dieta mediterrânea
A dieta mediterrânea recomenda o consumo de alimentos que são muito comuns em refeições típicas da região mediterrânea como o azeite de oliva, assim como vinho tinto. Não pense que o plano alimentar possui dificuldade, muito pelo contrário, essa é uma dieta fácil e que pode ser facilmente realizada junto à sua rotina.

Ela popularizou-se devido aos estudos realizados para comprovar que pode auxiliar na redução da probabilidade de ocorrência de doenças. A dieta pode ser facilmente adotada, pois não exige grandes restrições, além de permitir o consumo de massas, o que convence os amantes da culinária a adotarem-na para o seu bem-estar. É recomendada a redução de consumo de carne vermelha, assim desviando o consumo de proteínas para peixes e carnes magras.

Dieta do chá verde
A bebida é reconhecida como uma das aliadas à perda de peso. Afirma-se que o chá verde pode contribuir para a perda de peso através de seu efeito termogênico, assim contribuindo para a queima de calorias constante. Essa dieta apenas recomenda que o chá verde seja consumido nas refeições intermediárias junto com frutas e alimentos naturais. Beber o chá em torno de 15 a 30 minutos antes das refeições também pode contribuir para que você se sinta previamente saciado, assim contribuindo indiretamente para que você consuma menos calorias na próxima refeição. O chá verde também pode ser uma ótima opção para você consumir no período noturno, já que refeições leves são fundamentais para garantir um sono tranquilo e revigorante.

Dieta da maçã
Essa dieta recomenda o consumo da fruta para você perder peso e entrar em forma do jeito que deseja. Essa pode ser considerada uma dieta fácil para emagrecer, pois exige basicamente que você consuma 1 maçã antes de cada refeição principal de seu plano alimentar.

Essa dieta é apontada por contribuir para a perda de até 5 quilos em 5 dias, mas esse resultado, obviamente, pode ser variado de acordo com o funcionamento particular de cada organismo. A fruta é pouco calórica e ainda pode oferecer diversos benefícios para a sua saúde. Essa dieta não permite o consumo de carne vermelha, e o consumo de café e alimentos com teores de cafeína são permitidos apenas no período da manhã.

Dieta do leite
A dieta do leite recomenda que o leite seja inserido em todas as refeições diárias. Na verdade, trata-se de uma alimentação bastante restrita, assim reduzindo as refeições ao leite. A dieta ressalta os três nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do organismo: os carboidratos, as proteínas e a gordura boa, e é levando-os em consideração que você deverá criar o seu plano alimentar.

O Cálcio contido na bebida pode auxiliar a saúde de seus ossos e ainda contribuir para que as gorduras sejam melhor metabolizadas. Essa dieta conta com uma versão mais radical e outra que pode ser utilizada para a manutenção da boa forma conquistada.

Dieta da Clínica Mayo
Ela é reconhecida como uma dieta motivadora para você conquistar o corpo desejado. Essa dieta foi reconhecida internacionalmente e recomendada devido à sua eficiência. O plano alimentar dessa dieta fácil objetiva a prevenção de doenças que podem prejudicar o seu organismo durante o processo de emagrecimento e também posteriormente.

Leia também: Kifina bula

A dieta da Clínica Mayo pode ser dividida em fases e a primeira é dirigida para a interrupção dos hábitos que não são caracterizados como saudáveis e principalmente, prejudiciais à sua saúde. A segunda fase é destinada à adoção de uma alimentação regrada de acordo com a pirâmide alimentar, ou seja, não há cortes calóricos, mas sim adoção de refeições com porções saudáveis de cada nutriente.

Dieta TLC
Essa dieta pode ser utilizada como referência, pois o objetivo principal não é auxiliar na perda de peso, mas sim na busca por um melhor estado de saúde. Essa dieta foi criada para auxiliar na redução do nível do colesterol ruim, o LDL. Sua adoção pode reduzir a possibilidade de ocorrência de doenças cardiovasculares e perda de gorduras prejudiciais ao funcionamento correto do organismo.

Essa dieta é dividida em fases e necessita de um acompanhamento médico contínuo. Ela pode ser facilmente adaptada à sua rotina, pois apenas elimina ou restringe o consumo de alimentos ricos em gordura. Ela é uma dieta fácil, mas pode se tornar pouco motivadora, já que não permite exceções.

Dieta do tipo sanguíneo
Pois é, essa é uma dieta em que você poderá adequar seu plano alimentar de acordo com o seu respectivo tipo sanguíneo. Afirma-se que as pessoas possuem características referentes ao seu tipo sanguíneo, assim induzindo ao consumo de alimentos que possam contribuir para a ocorrência de reações benéficas ao seu corpo. Se a dieta do tipo sanguíneo for adotada de forma correta, afirma-se que ela pode acelerar a perda de peso, pois influenciará diretamente no funcionamento do metabolismo basal. Essa é uma dieta fácil, basta que você saiba qual a lista de alimentos permitidos para o seu tipo sanguíneo.

Dieta do jejum
Muitas pessoas acreditam que só é possível emagrecer se não comer. Esse equívoco é mais comum que imaginamos. Essa dieta se tornou conhecida após a publicação de um best seller chamado “The Fast diet”, em que essa dieta é remetida ao nome de “dieta do jejum intermitente”.

Profissionais da saúde não aceitam as recomendações e ressaltam que a prática de jejum durante períodos prolongados pode ocasionar consequências até irreversíveis para seu corpo. A dieta não exige nada especifico, apenas que você não coma, o que pode também ser reconhecido facilmente como uma loucura.

A recomendação é que você coma normalmente durante 5 dias consecutivos, mas nos dias seguintes é permitido apenas o consumo de ¼ das calorias consumidas. Essa dieta é adotada com permissão de 500 calorias para mulheres e 600 para homens. O perigo dessa dieta pode ser identificado na adoção incorreta por parte das pessoas. Elas ignoram as recomendações e estendem esse jejum por tempo indeterminado, assim prejudicando à qualidade de vida.

Dieta Detox
Essa dieta é voltada para pessoas que desejam fazer uma limpeza em seu organismo. A desintoxicação pode favorecer a eliminação de toxinas e ainda contribuir para o funcionamento regular da flora intestinal. A desintoxicação deve ocorrer em um pequeno período de tempo e ser seguida de um plano alimentar rico em alimentos naturais e eficientes no fornecimento de substâncias benéficas para o melhor comportamento de seu organismo.

A dieta detox pode eliminar inchaços e desconfortos abdominais. Ela é muito adotada por pessoas que se sentem desconfortáveis após exagerarem em ocasiões especiais. Ela pode oferecer sentimento de motivação para a adoção de um cardápio saudável permanentemente.

Dieta da batata doce
Essa dieta fácil de ser adotada é para contrariar aquelas pessoas que afirmam que os carboidratos devem se manter longe das dietas de perda de peso. A batata doce é um dos alimentos que mais se destacam entre as fontes de carboidratos. Ela pode favorecer a sua perda de peso, pois é um carboidrato complexo, aquele que pode ser digerido em um período maior de tempo, assim mantendo você saciado por mais tempo, o que evita que você consuma mais alimentos fora do horário reservado para a refeição. A batata doce também pode contribuir para aquelas pessoas que não só desejam perder peso, mas atentam para o crescimento muscular.

Dieta das cores
Todos já ouvimos falar que uma refeição perfeita é aquela que conta com alimentos de diversas cores. Essa dieta fácil de ser seguida foi criada exatamente para reafirmar esse conceito. Os alimentos podem ser divididos em 6 diferentes cores, e esses devem estar presentes em todas as refeições de seu plano alimentar diário. Cada coloração possui propriedades referentes a vitaminas e substâncias que favorecem o funcionamento do organismo, ou seja, quanto mais colorida for a sua alimentação, maior será a ingestão de nutrientes.

Recomendações
Perder peso não se limita apenas à adoção de uma dieta fácil, muito pelo contrário. Mudanças corporais exigem novos hábitos e principalmente que você mova o seu corpo. Os exercícios físicos garantirão que você queime mais calorias diariamente, assim tornando seu consumo sempre inferior.
A adoção de uma dieta deve ser acompanhada de um médico, pois apenas ele poderá alertar sobre os possíveis efeitos secundários e principalmente, reconhecer se ela está oferecendo os resultados esperados ou não.
Essas dietas não devem ser adotadas sem a avaliação de um médico, mas é fundamental ressaltar que crianças, idosos, mulheres em fase de amamentação, gestantes e pessoas com problemas de saúde não adotem quaisquer planos alimentares restritos.

COLÁGENO E SEUS DIFERENTES TIPOS

COLÁGENO E SEUS DIFERENTES TIPOS

– Cia da Saúde Piçarras –
Os benefícios do uso de colágeno já são bem conhecidos, mas o que ainda surgem são dúvidas relativas aos tipos de colágenos.

Entenda a diferença entre eles:

⇒ Colágeno tipo I: é o mais comum, pode ser apenas hidrolisado ou estar na forma de peptídeos de colágeno. Esse tipo de colágeno está presente em várias partes do nosso organismo, como nos ossos, tendões e pele.

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Leia também: Skin renov bula

⇒ Colágeno hidrolisado: passa por um processo de hidrólise (quebra), para formar partículas menores e ser absorvido mais facilmente e melhor aproveitado pelo organismo.

⇒ Peptídeos de colágeno: passa também por um processo de hidrólise, porém, as partículas são quebradas de forma controlada e de tamanhos idênticos, o que resulta em uma alta absorção pelo organismo, pois as partículas não concorrem entre si. Atualmente existem duas patentes que o produzem presentes no mercado, Peptan® e Verisol®.

⇒ Colágeno tipo II: presente na cartilagem, ajuda a promover um maior conforto, mobilidade e flexibilidade das articulações. Esse colágeno ajuda a prevenir o processo inflamatório das articulações, fazendo com que a cartilagem possa ser reconstituída.
Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1