Como fazer o Chá de Gengibre para Emagrecer?

Como fazer o Chá de Gengibre para Emagrecer?

Como fazer o Chá de Gengibre para Emagrecer
Emagrecer de forma saudável é a prioridade de muitas pessoas. O consumo de chás naturais acaba sendo uma das opções mais viáveis para isso. E o chá de gengibre é uma ferramenta para auxiliar nessa questão! Por esse motivo muitas pessoas estão buscando Como fazer o Chá de Gengibre para Emagrecer.

Tudo isso se deve ao fato do chá de gengibre ser uma bebida muito rica em benefícios para o corpo. Por isso, consumir o chá não implica apenas na perda de peso, mas em uma saúde muito mais forte.

Já utilizado há muito tempo, o gengibre já foi muito estudado. Pesquisas afirmam que a raiz tem propriedades medicinais capazes de transformar a vida de quem consome deixando-a muito mais leve.

A raiz pode ser encontrada com muita facilidade em lojas de produtos naturais e até mercados. É vendida em forma seca, desidratada ou fresco. A facilidade de encontrar o gengibre faz com que seu consumo seja muito viável, passível de ser consumido diariamente. Não apenas em forma do chá que vamos ensinar, mas sucos, comidas ou até mesmo fresco.

Leia também: chá de gengibre

Por que consumir Chá de Gengibre para Emagrecer?

A resposta é Simples! Veja:

Termogênico: O efeito termogênico do gengibre faz com que ele esquente o corpo, auxiliando na perda de peso. Quando o metabolismo acelera, a queima de gordura é muito mais alta. Por esse motivo, o gengibre é muito consumido por pessoas que praticam exercícios, principalmente aeróbicos. O chá ajuda a queimar mais calorias que o comum, o que faz com que a perda de peso seja mais rápida.

Diurético: O chá de gengibre é um excelente diurético. Esta ação faz com que o corpo produza mais urina e através dela ocorra a liberação de toxinas. A ação diurética também faz com que o corpo retenha menos líquido, o que diminui a sensação de inchaço no corpo.

Regula o intestino: O chá é ótimo para regular o intestino e melhorar a digestão. Inchaço na região abdominal causado por gases, diarreia, náuseas, tudo isso pode ser melhorado com o consumo do chá de gengibre.

Whey Protein GrowthWhey Protein Growth
Estes benefícios ligados ao emagrecimento são muito importantes. Porém, não se podem esquecer outras propriedades, como a ação fungicida, anti-inflamatória – que é ótimo para quem sofre de doenças nas articulações, diminuindo muito as dores — e bactericida, que acabam prevenindo dezenas de doenças. Além de tudo isso, o gengibre também ajuda na prevenção do câncer.

Como fazer o Chá de Gengibre para Emagrecer

INGREDIENTES
2 cm de gengibre fresco ou 5 colheres de gengibre ralado
1 litro de água

MODO DE PREPARO
Em uma panela, coloque água para esquentar
Quando subirem as primeiras bolhas, adicione o gengibre
Diminua o fogo e deixe infusionar por cerca de 10 minutos com a panela tampada
Desligue o fogo, coe o chá e beba logo em seguida

O chá de gengibre pode ser potencializado com o uso de outras ervas junto na infusão. O hibisco pode ser uma ótima opção para quem quer emagrecer, já que os dois juntos tem grande efeito termogênico, fazendo com que a perda de peso seja mais rápida.

O limão libera muitos antioxidantes, sendo um ótimo diurético; o chá também dá grande sensação de saciedade. O chá de gengibre com mel é ótimo para quem tem gripe, além de o mel ser um ótimo adoçante natural.

Leia também:
Benefícios do Hibisco para o Emagrecimento

Receita de Chá de Canela para descer a Menstruação

Benefícios do chá de canela na Redução de Peso + Receita

O chá de gengibre para emagrecer tem um resultado maravilhoso. Muita gente já percebeu as mudanças que a bebida pode fazer em vários aspectos do corpo.

O que é preciso ter em mente, porém, é que apenas consumir o chá de gengibre não faz com que você perca muito peso: é preciso combinar dieta saudável, exercícios e o consumo diário dos chás.

Assim é possível emagrecer com muita saúde, chegando aos seus objetivos com tranquilidade.

11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável

11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável

Como você deve saber, muitos os fatores que influenciam o aspecto de nossa pele, tais como a idade, o clima, o estresse, entre outros. Para evitar os problemas, o ideal é começar a cuidar dela o quanto antes. Mas para isso você não precisa comprar cremes super caros. É possível fazer máscaras caseiras com apenas 2 ingredientes.

Confira alguns exemplos, aplique hoje mesmo e perceba como a sua pele vai ficar mais bonita e muito mais saudável.

11. Tomate + Bicarbonato de sódio
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O ideal é usar tomates frescos. Essa máscara contém muitas vitaminas, como a vitamina B9, que ajuda a eliminar a acne, a vitamina A, que combate a secura da pele, a vitamina K, que ajuda a remover a pigmentação excessiva, a vitamina H e o zinco, que ajudam a regenerar as células. Além disso, o potássio presente no tomate a deixa mais hidratada e o cálcio a torna mais macia.

Leia também: Máscara de pepino funciona

Exprema um tomate
Misture com duas colheres de bicarbonato de sódio
Aplique no rosto e deixe durante 10 minutos
Lave o rosto.
10. Abacate + Mel
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O abacate contém potássio, cálcio, sódio, fósforo, cobre, ferro, magnésio, zinco e vitamina E. Em combinação com o mel, ele pode nutrir a pele e deixá-la mais elástica.

Receita:

Amasse 1 abacate maduro
Misture com uma colher de mel
Aplique no rosto e deixe durante 15 minutos
Enxágue com muita água.
9. Farinha + Suco de batata
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

Para conseguir uma pele radiante, misture farinha com suco de batata. A farinha funciona como um esfoliante, enquanto que o suco de batata ajuda a eliminar os cravos e dá mais brilho à pele.

Receita:

Misture o suco de batata com 6 colheres de farinha
Massageie suavemente a pele com a mistura
Deixe sobre a pele durante 15 minutos
Enxágue com água.
8. Pepino + Curcuma
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

Cosméticos à base de pepino são sempre uma boa pedida, já que a sua umidade é sempre bem absorvida pela pele. Além disso, o pepino tem propriedades adstringentes, deixando os poros menos visíveis. A curcuma é um antisséptico natural e ajuda a rejuvenescer a pele.

Receita:

Bata um pepino
Acrescente uma colher de curcuma e misture bem
Aplique sobre a pele e deixe durante 10-15 minutos
Enxágue com água limpa.
7. Suco de limão + Mamão
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O mamão é um poderoso antioxidante, principalmente pela grande quantidade de vitamina A presente. Além disso, ajuda a eliminar as células mortas da pele. O efeito rejuvenescedor é consequência da grande quantidade de alfa hidroxiácidos (AHA). O suco de limão combate as manchas escuras na pele e a deixa mais macia e brilhante.

Receita:

Misture uma colher de mamão amassado com 4 gotas de limão
Aplique no rosto e deixe durante 10-12 minutos
Lave o rosto com água fria.
Mas não se esqueça de que o limão, em contato com o sol, pode provocar queimaduras. Por isso, lave bem o rosto após o processo.

6. Chá verde + Aloe Vera
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O chá verde e as vitaminas C, PP, K, e B ajudam a rejuvenescer a pele. A ale vera (babosa) ajuda a combater a acne, elimina as rugas e dá mais brilho à pele.

Receita:

Misture uma colher de chá verde com uma colher de gel de aloe vera
Aplique na pele e deixe durante 30 minutos
Enxágue com água fria.
5. Óleo de coco + Pó de cacau
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

Uma máscara de cacau é uma excelente opção para prolongar a juventude da pele, principalmente por causa da vitamina B5. A teobromina e a teofilina de sua composição ajudam a dar um efeito lifting. Em combinação com o óleo de coco, esta máscara nutre e hidrata a pele, além de agir como um esfoliante para eliminar as partículas mortas.

Receita:

Misture uma colher de cacau em pó (não use achocolatado!) com uma colher de óleo de coco
Aplique na pele e deixe por 20 minutos
Lave o rosto com água morna ou limpe-a com chá de camomila frio.
4. Pão + Leite
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O pão contém aminoácidos, vitaminas do grupo B e minerais. As máscaras feitas com pão e leite ajudam a suavizar as rugas, a eliminar as espinhas e ajudam a curar inflamações.

Receita:

Misture uma colher de pão com uma colher de leite morno.
Faça um purê amassando com um garfo
Aplique a máscara no rosto e deixe durante 15 minutos
Enxágue com água limpa.

Queda de cabelo masculino: o que fazer para evitar?

Queda de cabelo masculino: o que fazer para evitar?

Queda de cabelo masculino: o que fazer para evitar?

Os cabelos ajudam a proteger a cabeça das intempéries do tempo e de certos acidentes. Contudo, qualquer pessoa pode conviver com a ausência dos fios. O problema é que, quando o assunto é estética, a situação pode se complicar um pouco, fazendo com que a calvície se torne um motivo de constrangimento — e diversos homens sofrem com essa situação.

Sendo assim, saber como evitar queda de cabelo masculino é determinante para dificultar que esse tipo de quadro ocorra, e a melhor forma de achar uma solução é absorvendo mais conhecimento sobre o assunto. Portanto, continue com a leitura e veja alguns aspectos importantes sobre o tema!

Quais as principais causas da queda de cabelo masculino?
Mecanismo da queda de cabelo masculino
Cerca de metade dos homens com 50 anos no mundo já apresentam algum grau de calvície. O mecanismo é o seguinte: a testosterona, um hormônio presente em grande quantidade nos homens, entra no folículo piloso e encontra uma enzima chamada 5 alfa-redutase. A mistura dessas duas substâncias se resulta na diidrotestosterona, também conhecida pela sua abreviação DHT.

A presença de taxas elevadas de DHT é que leva à queda dos fios, o que torna fácil de entender que a calvície — que também afeta as mulheres — consegue fazer estragos muito maiores nos homens. Desse modo, é importante saber como evitar queda de cabelo masculino.

Demais problemas associados
É bom lembrar que é normal que o cabelo caia, mas até certo ponto. Quando somos mais jovens, por exemplo, é comum que caiam cerca de 100 a 150 fios por dia. Isso ocorre porque o tempo de vida de cada fio dura, em média, 2 anos e, depois disso, eles caem e dando espaço a um novo.

As causas da queda de cabelo são muitas, podendo ser uma alimentação pobre em nutrientes importantes como proteínas, vitaminas e sais minerais — sem essas substâncias, o fio enfraquece e acaba caindo.

A genética também é um fator determinante, uma vez que algumas pessoas produzem uma quantidade maior de sebo no couro cabeludo, o que deixa a região vulnerável para a proliferação de fungos. Assim, pode-se desenvolver um quadro de dermatite seborreica, uma condição que causa a queda de cabelo.

A hereditariedade também é um fator, já que filhos de homens que têm calvície têm muito mais chances de perder os fios.

Como evitar queda de cabelo masculino?
Por mais que existam fatores genéticos e hereditários envolvidos, há algumas atitudes que podem ser tomadas de modo a retardar ou até mesmo reduzir a queda de cabelo. Vejamos abaixo algumas dicas que podem ajudar:

Evite produtos químicos
Os homens estão cada vez mais vaidosos e investem muito na aparência: há os que pintam o cabelo para encobrir os fios brancos e os que passam por procedimentos como a escova progressiva para mudar o visual.

O grande problema é que estamos falando de substâncias que agridem muito os fios e fazem com que eles fiquem cada vez mais fracos. Portanto, tenha muito cuidado com a frequência de realização desses procedimentos — se perceber uma queda acentuada, é melhor suspender qualquer tipo de produto.

Leia também: queda de cabelo masculino

Alimente-se melhor
Os fios são constituídos de proteínas como a queratina e a melanina, que dá forma e a cor, respectivamente. Portanto, precisamos nos alimentar dos aminoácidos que formam esses nutrientes e também de outros, como a vitamina A. Presente em alimentos de cor viva como a cenoura e o tomate, ela reduz a queda e acelera no crescimento dos fios.

Há também outros nutrientes como o ferro, mineral responsável por ajudar a hemoglobina a levar oxigênio para todas as partes do corpo — sem ele, o fio não consegue ter a nutrição adequada e morre rapidamente. Além disso, outras vitaminas como a biotina, vitamina C e E também devem estar presentes na alimentação.

Busque ajuda precocemente
Aqueles que já têm o fator hereditário precisam se preocupar cedo com a queda de cabelo. Afinal, essa é uma das principais causas de calvície nos homens.

Nesse caso, é comum que a queda de cabelos aconteça ainda na adolescência, mas esse evento pode ser atrasado e seus danos reduzidos com uma consulta ao médico antes que os fios comecem a cair demasiadamente — o profissional que deve cuidar dessa questão é o dermatologista.

Use produtos específicos para o seu tipo de cabelo
Para alguns, isso pode parecer apenas “frescura”, afinal de contas, shampoo é shampoo em qualquer lugar e tem a mesma função: limpar o couro cabeludo e os cabelos.

Porém, existem produtos que são mais indicados para o seu tipo de cabelo e, dessa forma, é possível deixá-lo mais forte. É o mesmo que escolher uma roupa: a função de todas elas é vestir você, mas existem aquelas que caem e se adaptar melhor ao seu corpo, além de te deixar mais bonito. Com os produtos para cabelos acontece da mesma forma.

Não durma com o cabelo molhado
Se você tem esse hábito, precisa mudá-lo agora mesmo. Evite lavar o cabelo antes de dormir, mas se for inevitável, use o secador para tirar toda a umidade antes de se deitar.

Isso porque a umidade é o local perfeito para a proliferação de fungos, uma vez que eles gostam de locais úmidos, abafados e escuros. Portanto, sempre durma com os cabelos completamente secos, especialmente se tem um cabelo grande.

Não use boné ou chapéu
Você já deve ter ouvido falar que usar boné ou chapéu faz o cabelo cair, mesmo naqueles que não apresentam nenhum problema de queda, mas qual é o real motivo disso?

Não é o item em si que provoca a queda, mas, sim, o ambiente que ele proporciona. É a mesma ideia do cabelo molhado que citamos acima: o boné abafa o couro cabelo e, se usado com frequência, há muito mais chances de ter, por exemplo, uma dermatite seborreica — mais conhecida como caspa — uma situação que faz o cabelo cair.

Quais medicamentos podem ser usados?
Uma das formas de como evitar queda de cabelo masculino é usando medicações que, é claro, devem ser prescritas pelo médico e utilizadas de acordo com a determinação dele. Há alguns remédios no mercado que costumam ser indicados para os casos de queda de cabelo nos homens, como:

minoxidil: age melhorando a circulação no couro cabeludo e assim, consegue nutrir melhor o folículo piloso, evitando a queda;
finasterida: age inibindo a 5 alfa-redutase e, consequentemente, impede a formação do DHT;
hairloss blocker: ele é considerado um suplemento e é rico em diversos nutrientes como o ferro, o zinco, a biotina, o ácido fólico dentre outros. É uma forma de ajudar na nutrição capilar.
Quais os principais mitos que envolvem a queda de cabelo masculino?
Mitos em sua grande parte são gerados por meio do senso comum, ou seja, da troca de conhecimento entre pessoas que observaram ou ouviram falar algo sobre o assunto.

Quando o tema é a queda de cabelo masculino a situação não é diferente: como não se sabe o que é verdadeiro ou não, muitos acabam se questionando sobre em qual informação acreditar, de fato, o que pode influenciar no momento de evitar o problema.

Desmistificamos 5 questionamentos sobre a queda de cabelo masculino para que não ocorram mais dúvidas sobre o tema. Confira a seguir:

1. Calvície atinge apenas os homens
Mito! A calvície é uma condição que afeta mais os homens, isso é verdade. Porém, as mulheres também podem manifestá-la, embora seja um evento mais raro e que ocorre, principalmente, na fase adulta e com maior incidência após a menopausa, quando há variação hormonal envolvida.

Dessa forma é muito importante que as mulheres fiquem de olho com a queda dos cabelos e tome as medidas necessárias para evitar a calvície.

2. Calvície é genética
Verdade! Como dito anteriormente, a calvície é causada por fatores genéticos, ou seja, hereditários. Mais especificamente, a anomalia ocorre por conta de uma alteração na produção de uma substância chamada DHT. A percepção da queda de cabelo começa próximo aos 18 anos de idade.

Essa condição pode, então, ser passada de pai para filho e acomete ocasionalmente as mulheres, mas com certa raridade, já que a mutação deve ser em dose dupla para se manifestar em indivíduos do sexo feminino.

3. Estresse influencia na queda dos fios
Verdade! O estresse é um estado o qual nosso corpo passa caracterizado pela liberação de substâncias, como a adrenalina, que provocam a sensação de alerta e excitação emocional.

Quando o corpo passa muito tempo nesse estado, ele não consegue voltar à condição de equilíbrio. Como consequência, muitas atividades fisiológicas são afetadas, entre elas a produção de cabelos, inibindo o desenvolvimento e promovendo a inflamação dos folículos.

4. A dieta tem relação com a queda de cabelo
Verdade! A carência de determinadas vitaminas e substâncias pode ser crucial para desenvolver a queda de cabelo, principalmente entre aqueles que têm predisposição genética para a calvície.

O cabelo estruturalmente é formado por proteínas, sendo a principal, a queratina. Portanto uma dieta pobre em queratina resulta na produção de fios vulneráveis, de baixa resistência e mais suscetíveis à queda. A dica é apostar em uma dieta rica em proteínas, ferro, zinco, vitamina A e C.

5. Usar boné, chapéu ou touca provoca queda de cabelo
Mito! Usar boné ou qualquer outro acessório não provoca a queda de cabelo, mas pode estar associado a outros problemas, como a dermatite seborreica, eczema ou caspa.

Isso ocorre por que o boné, chapéu ou touca abafa a região e estimula a produção de um óleo natural que recobre os nossos fios, favorecendo a proliferação de fungos.

Além disso, é importante ficar atento se o acessório não está muito apertado na cabeça, pois, se a circulação for afetada nesse caso, poderá haver comprometimento na produção de fios. Portanto, procure usar algo que seja confortável para seu couro cabeludo e cuide bem de seu cabelo.

Uma mudança de hábitos de uma forma geral, como parar de fumar e consumir álcool, também é desejável, já que são fatores que interferem negativamente na saúde e refletem nos cabelos. Caso comece a notar que a quantidade de fios que caem está acima do normal, procure um médico.

O melhor remédio para aliviar cólica em bebê

O melhor remédio para aliviar cólica em bebê

Gente, esse post eu deveria ter feito há tantooo, mas tanto tempo… Peço desculpas a todas as minhas leitoras mamães que me pediam e eu acabei sem escrever.

Lembro que quando Letícia tinha uns 2 meses e meio, 3 meses, ela teve muita cólica e eu comentei no snapchat que tinha encontrado um alívio para ela. Mostrei o remedinho mas muita gente não conseguiu tirar print e eu fiquei de postar no blog.

Enfim, o milagrinho se chama Colic Calm e só é vendido nos EUA. É fitoterápico e não tem contraindicação (pelo menos não que eu saiba). Vende em farmácias comuns e é bem baratinho – média de R$ 18.00. Aqui no Brasil tem um que as mamães usam bastante – o Colikids, e que inclusive eu testei, mas não gostei. Porque o Colikids regula a função intestinal, mas não alivia o desconforto do bebê imediatamente, como o Colic Calm faz.

NA verdade eu li algumas opiniões de mamães dizendo que o Colic Calm não fazia efeito, e outras diziam que ele era um milagre. No meu caso ele foi realmente um milagre, porque era só eu dar a Letícia e alguns minutinhos depois ela parava de chorar, se acalmava e dormia.

Leia também: comprar Atroveran

Confesso que teve umas – poucas – vezes que nem o Colic Calm deu jeito, e aí só muito colinho, massagem, compressa quente e paciência. É de cortar o coração ver nosso bebezinho chorar tanto, mas saibam: é uma fase e passa logo.

Bom, espero ter ajudado vocês com minha dica. Vou começar a dar outras dicas sobre maternidade também, tá? Vamos conversar e trocar opiniões por aqui!

5 Receitas Poderosas de Suco Detox Para Emagrecer

Nutricionistas recomendam o Suco Detox como aliado do emagrecimento saudável, porque além de rico em antioxidantes, também promove saciedade e possui baixíssimo teor calórico.

A maioria das pessoas associam o Suco Detox à ideia de combinações de ingredientes estranhos e dietas mirabolantes, mas ao contrário do que se pensa, é possível fazer associações que melhor sirvam ao seu paladar. Ou seja, o Suco Detox não é “ruim” e sua eficácia é garantida.

Seus antioxidantes auxiliam na diminuição da barriga e até mesmo no desaparecimento das temidas celulites. Os benefícios são inúmeros e a rapidez do preparo é incrível!

Existem milhares de receitas de Suco Detox e sabendo disso, resolvi fazer uma seleção das 5 mais simples e também mais deliciosas, especialmente para você.

Leia também: Kifina funciona

Confira Agora as 5 Receitas Práticas e Poderosas de Suco Detox:

1) Tradicional Que Faz As Celulites Desaparecerem:

Benefícios: Baixíssimo teor calórico, auxilia no emagrecimento, contribui para uma pele mais “lisinha”. Por possuir diversos minerais do cálcio e vitaminas, a couve-manteiga é uma importante aliada na luta contra muitas doenças como a anemia e até o câncer, além de também auxiliar na perda de barriga e no desaparecimento das celulites e contribui para o bom funcionamento do intestino.

Leia também: Phytophen funciona

Receita:
Ingredientes:
1 Couve-manteiga
2 Laranjas

Leia também: Max Detox

Modo de Preparo:
Separe duas ou três folhas da Couve bem lavadas
Esprema as duas laranjas e reserve
Junte as folhas da Couve ao Suco da Laranja no liquidificador. Coloque gelo se preferir.
Bata por aproximadamente 2 minutos.

2) Refrescância Que Seca a Barriga:

Benefícios: Possui baixíssima caloria, promove saciedade e por ser diurética, intensifica a eliminação de toxinas.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Receita:
Ingredientes:
1 Abacaxi
1 Bulbo de Erva-Doce sem as folhas
3 Hastes de Hortelã
400 ml de água

Modo de Preparo:
Corte o Abacaxi em cubos
Separe as folhas do Erva-Doce e reserve o que sobrar
Separe as folhas do Hortelã
Misture os cubos do Abacaxi, os bulbos do Erva-Doce e as Folhas do Hortelã com a água. Se preferir, ponha gelo.
Ponha tudo no liquidificador e bata por aproximadamente 5 minutos.

3) Promove Saciedade e Funciona Como Acelerador do Metabolismo:

Benefícios: Contribuem para a aceleração do metabolismo e, consequentemente, para a queima rápida de calorias. Por ser composto de alimentos chamados “termogênicos”, que também são repletos de antioxidantes.

Termogênicos são substâncias que fazem o corpo consumir mais energia e, assim sendo, queimar mais gordura.

Receita:
Ingredientes:
400 ml de Suco de Uva Integral
4 colheres de Gengibre
2 Colheres de Canela em Pó

Modo de Preparo:
Junte todos os ingredientes no liquidificador, acrescente gelo se preferir.
Bata por aproximadamente 2 minutos.

4) Refrescância Que Auxilia No Controle dos Níveis de Açúcar:

Benefícios: Além de possuir baixíssimo teor calórico, esse suco detox também funciona como diurético, controlador dos níveis de açúcar na corrente sanguínea e promove saciedade imediata.

Receita:
Ingredientes:
½ Melância
2 Limões
400 ml de Água de Coco
1 ½ Ramo de Hortelã

Modo de Preparo:
Corte a Melância em cubos e reserve.
Faça o suco dos Limões.
Junte a Melância, o suco dos Limões e a Água de Coco ao Ramo de Hortelã no liquidificador. Adicione gelo se preferir.
Bata por aproximadamente 3 minutos.

5) Refrescância e Saciedade Que Auxiliam No Emagrecimento:

Benefícios: Rico em antioxidantes e anti-radicais livres, esse suco detox promove a saciedade imediatamente. Por ser composto de alimentos ricos em vitaminas e minerais do cálcio, elimina toxinas, é diurético e auxilia na queima de calorias.

Receita:
Ingredientes:
200 ml de Água de Coco
1 Maçã Verde
1 Limão
1 Pedaço de Gengibre
1 Couve-Manteiga

Modo de Preparo:
Junte a Água de Coco, a Maçã Verde, o Suco do Limão, o Pedaço do Gengibre e 1 folha da Couve-Manteiga no liquidificador.
Acrescente gelo se preferir.
Bata por aproximadamente 3 minutos.

Gostou?

Depois de ler esse artigo você já conhece as mais práticas e deliciosas receitas de Suco Detox e aposto que você ficou ansioso para explorar os benefícios de cada uma delas. Além disso, conheça nosso Detox Super Green, o suco com uma fórmula 10x mais poderosa que os sucos detox comuns.

Mas se o seu objetivo é obter resultados incríveis sem depender totalmente da alimentação e se você está cansado de dietas mirabolantes que resultam apenas no chamado “efeito sanfona“, conheça o Queima 48, um programa de exercícios diários de apenas 15 minutos que te dá resultados equivalentes a 1 ano de dietas e academia em apenas 8 semanas!

Agora não se esqueça de curtir, deixar um comentário dizendo o que achou desse artigo e compartilhar com aquele amigo que também vai adorar descobrir essas receitas!

Curso de Automotivação Grátis iPad Autoajuda

Para se ter sucesso na vida é fundamental que se tenha equilíbrio interno e força para correr atrás das metas e objetivos. Sem esse ânimo para lutar por aquilo que se deseja, é muito difícil de alcançar o sucesso e superar os obstáculos cotidianos.

Leia também: Fórmula negócio online entrar

Aqui entra o conceito de automotivação que poderá te ajudar nesse processo. A automotivação é importante porque nos ajuda a executar as tarefas do dia a dia com mais tranquilidade e eficiência. Se bem aplicadas, suas técnicas ajudam o indivíduo a encarar a vida com mais serenidade e os desafios diários passam a ser vistos como oportunidades para o crescimento pessoal.

No curso de Automotivação na Prática da iPed você irá aprender técnicas da automotivação, assim como seus estágios e as teorias motivacionais. Esse curso é indicado para quem gostaria de conhecer mais sobre os fundamentos da automivação tanto para o benefício próprio, quanto para ajudar o próximo.

Qual é a melhor maneira de repor o colágeno para uma pele linda?

Entenda como fazer o organismo continuar produzindo essa proteína quando começamos a envelhecer

O colágeno é uma proteína superimportante pra manter a pele firme e, claro, linda! Isso porque a principal função do colágeno (que representa cerca de 25% de toda a proteína do nosso corpo) é manter as células firmes e unidas, dando sustentação à pele, além de deixar os cabelos e as unhas mais firmes, ajudar no funcionamento do intestino e manter a hidratação da pele.

Desde que nascemos, nosso organismo produz o colágeno que necessitamos, com a ajuda de uma alimentação balanceada, obviamente. Mas conforme a gente envelhece, o corpo vai perdendo a capacidade de fabricar colágeno. Depois dos 50 anos, por exemplo, o organismo fabrica apenas 35% da quantidade que necessitamos. Por isso que envelhecemos e a pele vai perdendo a sustentação, o cabelo fica mais fraco e por aí vai.

É possível reverter o quadro?
Fazer com que seu corpo produza o colágeno que produzia aos 20 anos é impossível, alguns efeitos do tempo são complicados de reverter completamente – o que é natural.

Leia também: Nutren Beauty

Mas com o avanço da indústria farmacêutica e da medicina estética, há inúmeras opções de medicamentos e tratamentos que fazem com que sua pele produza mais colágeno e sua aparência fique rejuvenescida. Veja quais são:

Tratamentos estéticos
Peelings, lasers e cia. ajudam a pele a fabricar mais colágeno nas áreas tratadas e assim você consegue ganhar uma pele mais bonita em pouco tempo. Você pode combater rugas, estrias, manchas e celulite quando a pele produz mais colágeno e se rejuvenesce.

Leia também: Skin renov Anvisa

Pergunte ao seu dermatologista: afinal, há várias opções de tratamentos e seu médico ainda pode combinar mais de uma opção para que o efeito seja mais poderoso.

Os suplementos de colágeno
Há opções de diversas marcas e nos mais diferentes formatos para que você acrescente o colágeno à sua alimentação: em pó, barras, cápsulas, injeções ou até em forma de shake, mas não adianta muito tomar por conta própria.

O que é certo é que ainda existem poucos estudos sobre o benefício do suplemento de colágeno, por isso o ideal é que o suplemento seja indicado por seu nutricionista, depois de avaliar como é sua alimentação e sua rotina. É fato que quanto melhor for a sua alimentação e seus hábitos diários, mais fácil será a absorção do colágeno.

Por exemplo, alguns fatores influenciam bastante este processo de reposição: presença de vitamina C e D na alimentação, beber bastante água, além de fazer atividade física e se expor ao sol com moderação e com os cuidados certos (leia-se: muito protetor solar e fugir do sol no horário mais crítico, das 10h às 16h).

A melhor opção: o colágeno hidrolisado é um dos mais indicados, pois é mais facilmente absorvido pelo sistema gastrointestinal.

Nunca tome colágeno por conta própria
Isso mesmo! Ir à farmácia e comprar sozinha não é uma boa opção, pois o consumo de suplemento pode ter efeitos colaterais, ainda mais se você possui alguma restrição alimentar, já que os produtos disponíveis em farmácias são feitos a partir do colágeno de bovinos e suínos.

O ideal é que você tome o suplemento com prescrição médica, só assim você terá a certeza de que ele vai fazer o efeito que você deseja. Um nutricionista pode lhe receitar também uma receita manipulada, mais específica às suas necessidades. Por isso é tão importante a consulta.

Afinal, não adianta nada se automedicar sem garantias do efeito desejado ou, pior ainda, sofrer com algum efeito colateral. Uma coisa é certa, por mais que você se informe sobre o assunto, precisa de um médico pra ter certeza de que não fará a escolha errada, esse profissional ainda avalia todos os seus hábitos pra poder indicar o tratamento mais preciso. Não dá pra brincar com sua saúde, concorda?

Cólica menstrual

A cólica menstrual pode ou não estar relacionada com problemas no sistema reprodutor, como a endometriose.
A cólica pode ser acompanhada de vômitos e dores de cabeça

A cólica menstrual, também chamada de dismenorreia, é um problema que tem impacto em toda sociedade, uma vez que afeta diretamente a vida da mulher, que, muitas vezes, interrompe suas atividades diárias por causa do problema. Por afetar intensamente o cotidiano feminino e estar relacionada com problemas de saúde, a cólica menstrual deve ser tratada e avaliada com seriedade pelos profissionais da saúde.

→ O que é a cólica menstrual?
A cólica menstrual é uma dor no baixo-ventre que ocorre antes ou durante o período menstrual. Ela acomete cerca de 90% das mulheres e é uma das maiores reclamações de pacientes que visitam os ginecologistas. Em casos de cólicas intensas, a dor pode ser acompanhada de vômitos e dores em outras partes do corpo, como pernas, costas e de cabeça.

Leia também: Cólica menstrual

Geralmente o problema está relacionado com a produção de prostaglandinas, que são responsáveis pelas contrações. Entretanto, a cólica nem sempre é um evento comum, podendo estar também associada a doenças do aparelho reprodutivo.

Quando a cólica menstrual não está associada a problemas de saúde, denominamos o problema de dismenorreia primária. Normalmente esse tipo de dor diminui com os anos ou com a gestação. Por outro lado, quando a cólica menstrual está relacionada com doenças, como endometriose, miomas e anormalidades anatômicas, a dor é denominada de dismenorreia secundária.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉
→ O que fazer em casos de cólica menstrual?
Quando a cólica menstrual afeta a qualidade de vida de uma mulher, é necessário procurar ajuda. O ginecologista é o médico indicado para avaliar o problema e identificar se o caso é uma dismenorreia primária ou secundária. Essa distinção é fundamental para que o tratamento seja efetivo.

Em casos de dismenorreia primária, normalmente a recomendação é o uso de anti-inflamatórios no período menstrual, uma vez que esses produtos inibem a produção de prostaglandinas. Também pode ser recomendado o uso de anticoncepcionais, a prática de exercícios e uma dieta mais saudável, sem, por exemplo, frituras e carne vermelha, que são apontadas como alimentos que pioram a cólica. Quando a dor já está estabelecida, um banho morno e uma bolsa de água quente podem ajudar a aliviar a dor.

Nos casos de dismenorreia secundária, o tratamento é diferenciado em cada caso, uma vez que os problemas orgânicos que desencadeiam a dor são diferentes em cada indivíduo. Para tratar a cólica nesses pacientes, é importante verificar o problema e ir diretamente no foco.

Curiosidade: Você sabia que a acupuntura tem se mostrado muito eficaz no tratamento da dismenorreia? Alguns trabalhos mostraram que a técnica realmente ajuda a melhorar a dor, sendo, portanto, uma opção de tratamento.

AS VANTAGENS DA BABOSA PARA SEU CABELO E BARBA

Com um uso versátil, a aloe vera tem muito para você. Descubra!

Você pode ter achado o nome meio esquisito, mas a babosa é apenas um dos vários nomes dessa planta quase milagrosa. Também conhecido como Caraguatá, Erva de Babosa, ou o mais conhecido – Aloe Vera -, essa planta já tem usos medicinais e cosméticos há mais de 5000 anos! E ainda assim, tem quem não a leve com seriedade…

A babosa tem uma história antiga, e cheia de benefícios para os cuidados como um todo. É preciso uma boa dose de cautela com ela, pois há riscos tanto qualquer outro alimento. E sim, elas também possuem excelentes vantagens para os cabelos. Para barba? É o que vamos descobrir. Na verdade, vamos descobrir tudo o que for necessário sobre ela.

O que é a Babosa, afinal de contas?

Compartilhar
A Babosa é uma planta pertencente à família das aloe. Apesar de ser também conhecida como aloe vera, esse é na verdade seu nome científico: a família das aloe, são conhecidas por serem espécies que precisam de pouca água, que crescem em terrenos quase áridos, e possuem por elas próprias uma boa quantidade de líquido. A maior parte de suas espécies tem origem no norte e nordeste da África.

Mas diferente dos cactos, seus líquidos não são necessariamente água, contando com uma composição própria, até venenosa em alguns casos. A babosa tem esse nome justamente por isso: o líquido que ela solta ao ser cortada é viscoso, bem parecido com muco, mas não tão nojento.

É graças a esse líquido que ela é tão apreciada dentro da medicina e da estética, mas já chegamos nessa parte. A Babosa pode ser cultivada em locais quentes, e precisa de pouca água. Porém, é igualmente importante que tenha ao menos um pouco de sombra, para que ela não desidrate.

Os registros históricos no uso da Babosa datam de mais de 5.000 anos. Tem quem diga que elas seriam uma das fórmulas para parte da beleza de Cleópatra – que se você pesquisar bem, vai descobrir que ela não era bem aquela atriz dos anos 60 que todos nos lembramos…

Enfim, o fato é que a planta realmente ajuda muito o nosso organismo de várias formas. Vejamos alguns de seus efeitos.

Os benefícios para o corpo

Compartilhar
Um dos motivos da Aloe Vera ser bem valorizada é o seu cultivo relativamente acessível. Mas sua fama, de verdade, vem dos recursos que ela tem para os mais variados aspectos da saúde. Além de tratar doenças, ela também é muito bem aplicada nos meios médicos.

Só para você ter uma ideia do quanto a babosa é útil para a saúde. vejamos algumas das aplicações mais comuns como medicamento.

Calmante
Cicatrizante
Anti-Inflamatório
Antitérmico
Anestésico
Desintoxicante
Imunomodulador
Bizarro, não é? É bom ressaltar que esses efeitos não vem todos de uma vez, em um uso único. Os usos mais comuns da babosa é tanto como suco, como gel, cada um com suas aplicações para efeitos específicos. O gel de aloe vera, por exemplo, é ótimo para tratar queimaduras e tratar alguns problemas de pele, como psoríase.

Leia também: Babosa para o cabelo

Já o suco de aloe vera é uma excelente opção para problemas gastrointestinais. Contudo, assim como qualquer planta, seu uso deve ser comedido e até bem direcionado por médicos. A razão é a seguinte: entre as componentes presentes na aloe vera, está a aloína. Trata-se de um princípio ativo que, quando consumido em excesso, pode causar um sério efeito laxante.

Não é a toa que boa parte dos medicamentos feitos a base de babosa passam por testes de verificação, para que a aloína seja retirada. E diferente do que pode imaginar, a falta dela não vai causar a perda de outros benefícios.

Como ela é utilizada nos cabelos

Compartilhar
Existem duas formas simples de se utilizar a babosa nos cabelos: ou na forma de gel, ou como ingrediente de outras composições para os cabelos. O gel, por si só, é muito comum na hidratação dos cabelos, enquanto sua mistura a outros produtos – essencialmente cremes e condicionadores – é mais comum para a recuperação de fios.

Para os cabelos, a babosa consegue trazer alguns dos seguintes benefícios.

Faz uma limpeza profunda no couro cabeludo
Hidrata profundamente, o que é ótimo para cabelos secos
Ajuda nos tratamentos de caspa e queda de cabelo
Fortalece os cabelos e estimula seu crescimento.
Não custa lembrar que, antes de fazer qualquer tratamento com base em babosa, é bom que os barbudos vão a um dermatologista para buscar o direcionamento adequado. Garantir que não vai sofrer nenhum tipo de efeito colateral é essencial nesses casos.

É possível usar Aloe Vera na Barba?

Compartilhar

Diretamente, não é muito prático. A babosa não adere tão bem na pele do rosto como costuma ser nos outros usos estéticos. Mas isso não significa que eles não possuem utilidade para os pelos faciais. Os mesmos efeitos que a aloe vera causa no couro cabelo, causa nos bulbos capilares da barba.

A melhor forma de usar a aloe vera na barba é através de produtos específicos que a contenham em sua fórmula. Nesse ponto, os barbudos brasileiros são muito, muito sortudos. Boa parte das marcas brasileiras trabalham com a babosa nas composições de seus produtos, que também possui outras substâncias naturais.

Marcas como Sobrebarba e Beard Brotherhood possuem babosa nas suas fórmulas de shampoo e balm para barba, valendo muito a pena o investimento para quem busca cuidar da barba com essa planta tão versátil.

Os efeitos colaterais da Babosa

Compartilhar
O efeito laxante mencionado anteriormente não é o único efeito colateral de quem usa a babosa de forma exagerada. É bom ficar atento com eles, para não sofrer as consequências de forma inesperada.

Eis alguns dos efeitos nocivos da babosa no organismo.

Reações alérgicas
Desequilíbrio eletrólito devido ao efeito laxante
Diminui o nível de açúcar no sangue
Desidratação
Esses efeitos são mais comuns quando a aloe vera é ingerida oralmente, como um suco, por exemplo. A aplicação em forma de gel não traz esses perigos de forma direto, exceto pelas reações alérgicas. Consulte o médico antes, para ficar tranquilo.

Exemplo de cardápio de Dieta Low Carb


Uma dieta baixa em carboidratos é uma dieta que restringe alguns tipo de carboidratos, como os encontrados em alimentos açucarados (bolachas, biscoitos, bolos, doces em geral…), massas, torradas e pães, e alimentos processados e industrializados.

O foco da Dieta Low Carb são vegetais saudáveis e variados, alimentos ricos em proteínas e gorduras naturais.

Estudos mostram que essa dieta proporciona perda de peso e melhorar a saúde.

O plano de refeições abaixo oferece noções básicas de uma alimentação saudável e com poucos carboidratos. Ele explica o que comer, o que evitar e inclui um cardápio de Dieta Low Carb de uma semana.

Comer Low Carb – O Básico
Suas escolhas alimentares dependem de algumas coisas, incluindo quão saudável você é, quanto exercício você pratica, quanto peso você tem perder ou ganhar, entre outros fatores. O ideal é sempre procurar um nutricionista ou médico para adequações individuais.

Portanto, de modo geral:

Coma: carne, peixe, ovos, legumes, frutas, nozes, sementes, laticínios ricos em gordura, gorduras, óleos saudáveis ​​e talvez até mesmo alguns tubérculos e grãos sem glúten.
Não coma: açúcar, trigo, óleos de sementes, gorduras trans, “diet” e produtos com baixo teor de gordura e alimentos altamente processados e industrializados.
Alimentos para evitar
Deve-se evitar seis grupos de alimentos, nesta ordem de importância:

Açúcar: refrigerantes, sucos de frutas, agave, doces, sorvetes e muitos outros produtos que contenham açúcar adicionado.
Grãos refinados: trigo, arroz, cevada e centeio, bem como pão, cereais e massas.
Gorduras trans: óleos hidrogenados ou parcialmente hidrogenados.
Produtos com baixo teor de gordura: produtos lácteos, cereais ou biscoitos são reduzidos em gordura, mas contêm açúcar adicionado.
Alimentos altamente processados (industrializados): se parece que foi feito em uma fábrica, não o coma.
Legumes ricos em amido: é melhor limitar os vegetais ricos em amido em sua dieta, caso esteja seguindo uma dieta muito baixa em carboidratos.
Você deve ler a lista de ingredientes, mesmo em alimentos rotulados como “alimentos saudáveis”.

Alimentos permitidos
Você deve basear sua dieta em alimentos reais, naturais, comida de verdade e não processados ​​e com baixo teor de carboidratos.

Carne: carne bovina, cordeiro, porco, frango e outros.
Peixe: salmão, truta, atum, e muitos outros.
Ovos: os ovos enriquecidos com ómega 3 ou pastosos são os melhores.
Legumes: espinafre, brócolis, couve-flor, cenoura e muitos outros.
Frutas: maçãs, laranjas, peras, mirtilos, morangos…
Nozes e sementes: amêndoas, nozes, sementes de girassol, castanha do Pará, castanha de caju, pistache, etc.
Laticínios ricos em gordura: queijo, manteiga, creme de leite, iogurte.
Gorduras e óleos: óleo de coco , manteiga, banha, azeite e óleo de peixe.
Não coma mais que um pedaço de fruta por dia.
Se você precisa perder peso, tenha cuidado com queijo e nozes, pois é fácil comer em excesso.

Se você é saudável, ativo e não precisa perder peso, pode comer mais carboidratos.

Tubérculos: batata, batata doce e alguns outros.
Grãos não refinados: arroz integral, aveia, quinoa e muitos outros.
Legumes: lentilhas, feijão preto, feijão, etc.
Além do mais, você pode ter o seguinte com moderação, se quiser:

Chocolate escuro: escolha marcas com pelo menos 70% de cacau.
Vinho: escolha vinhos secos sem adição de açúcar ou carboidratos.
VEJA TAMBÉM: Lista de alimentos ricos em vitamina E
O chocolate escuro é rico em antioxidantes e pode trazer benefícios à saúde se você o comer com moderação.

Entretanto, esteja ciente de que tanto o chocolate amargo quanto o álcool prejudicam seu progresso se você comer e/ou beber demais.

Bebidas permitidas
Café.
Chá.
Água.
Água com gás.
Exemplo de cardápio de Dieta Low Carb
Este plano alimentar é para uma semana de dieta com baixo carboidrato.

Ele fornece menos de 50 gramas de carboidratos totais por dia. No entanto, se você é saudável e ativo, você pode comer um pouco mais de carboidratos, entre 100 e 150 gramas por dia.

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb loja

Segunda-feira
Café da manhã: Iogurte integral e natural com uma fruta picada e um punhado de amêndoas.
Almoço: Omelete com vegetais, fritos em manteiga ou óleo de coco.
Jantar: Hambúrguer caseiro (só a carne, sem pão), servido com legumes e salada.

Terça-feira
Café da manhã: Ovos mexidos na manteiga.
Almoço: Sobra de hambúrguer e vegetais da noite anterior.
Jantar: Salmão ou outro peixe servido com legumes assados ou grelhados na manteiga.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Quarta-feira
Café da manhã: Ovos e vegetais, fritos em manteiga ou óleo de coco.
Almoço: Salada bem variada com sobrecoxa assada.
Jantar: Bife grelhado com legumes.

Quinta-feira
Café da manhã: Shake de frutas vermelhas batido com leite de coco natural, amêndoas e proteína em pó.
Almoço: Omelete com vegetais, fritos em manteiga ou óleo de coco.
Jantar: Bife grelhado e legumes.

Leia também: Kifina funciona

Sexta-feira
Café da manhã: Ovos com queijo.
Almoço: Salada variada com tiras de frango.
Jantar: Costeleta de porco com legumes.

Sábado
Café da manhã: Iogurte integral e natural com coco fresco ralado e um punhado de nozes.
Almoço: Omelete com legumes e queijo.
Jantar: Almôndegas com legumes.

Domingo
Café da manhã: Smoothie com leite de coco, uma pouco de creme de leite fresco, proteína em pó com sabor de chocolate ou baunilha e frutas vermelhas.
Almoço: Ovos com bacon.
Jantar: Asas de frango grelhado com legumes assados com azeite e sal.

Leia também: Phytophen funciona

Inclua muitos legumes em sua dieta. São baixos em calorias porém são ricos em vitaminas, minerais e outros nutrientes importantes.

Além disso, muitos são pobres em carboidratos e ricos em fibras, o que os torna ideais para dietas com baixo teor de carboidratos.

Se você está em uma dieta baixa em carboidratos ou não, comer mais vegetais é sempre uma ótima ideia.

Abaixo está uma lista com os melhores legumes de baixo carboidrato para incluir na sua rotina de alimentação saudável.

Pimentão, brócolis, aspargos, cogumelos, abobrinha, espinafre, abacates, couve-flor, vagem, alface, alho, couve, pepino, aipo, tomate, rabanete, cebola, berinjela, repolho, alcachofra.
Existem muitos vegetais saborosos que podem ser incluídos em uma dieta Low Carb.

Além de serem baixos em carboidratos e calorias, eles podem reduzir o risco de várias doenças e melhorar sua saúde e bem-estar.

Novamente, se você é saudável, magro e ativo, você pode adicionar alguns tubérculos como batata e batata doce, mandioca, madioquinha, abóbora, bem como alguns grãos saudáveis ​​como aveia.

VEJA TAMBÉM: Cortar ou evitar carboidratos realmente emagrece?
Petiscos saudáveis ​​e com baixo teor de carboidratos
Com o aumento de gorduras boas e proteína, nos sentimos mais saciados e portanto não há necessidade de comer lanches intermediários.

Mas se mesmo assim você ficar com fome entre as refeições, aqui estão alguns lanches saudáveis, fáceis de preparar e com baixo teor de carboidratos que podem te ajudar:

Um pedaço de fruta.
Iogurte.
Um ou dois ovos cozidos.
Mini cenouras.
Um pedaço de coco fresco.
Um punhado de castanhas.
Um pouco de queijo.
Comer em restaurantes
Na maioria dos restaurantes, é relativamente fácil escolher suas refeições com pouco carboidrato.

Encontre um prato principal à base de carne ou peixe.
Beba água pura em vez de refrigerante açucarado ou suco de frutas.
Escolher legumes ou salada ao invés de pão, batatas ou arroz.
Uma lista simples de compras com baixo teor de carboidratos
Concentrando-se em alimentos naturais, isso tornará sua dieta mil vezes melhor.

Alimentos orgânicos são as melhores escolhas porém são mais caros. Portanto tente escolher a opção menos processada que ainda se encaixa na sua faixa de preço.

Carne (carne de vaca, cordeiro, porco, frango, bacon).
Peixe (peixe gordo como salmão é o melhor).
Ovos.
Manteiga.
Óleo de coco.
Banha.
Azeite.
Queijo.
Creme de leite fresco.
Nata.
Iogurte (integral e sem açúcar).
Frutas vermelhas (frescos ou congelados).
Oleaginosas.
Azeitonas.
Legumes frescos.
Legumes congelados.
Condimentos naturais (sal marinho, pimenta, alho, mostarda, ervas, etc.).